[Diário de Leitura] Quem é… Ken Follett

Olá, tudo bem?

Vamos que vamos porque tem projeto novo na área e não posso iniciar o projeto sem apresentar o dito cujo. Mas se você está perdido sobre que projeto estou falando, clica aqui e dá uma bisbilhotada na postagem para saber os livros que tenho e como vai funcionar.

Como já falei antes, eu não conheço as obras do Tio Ken, mas ele me conquistou de certa forma (acho que é o cabelo como a neve e a bochecha levemente rosada que me fizeram ter simpatia por ele), e acho até que normal essa minha curiosidade para ler os livros dele, afinal, você começa a pesquisar sobre esse cara ai e vai ver que ele tem uns livros que emplacam como best-seller além de que tem milhões de cópias já publicadas pelos quatro cantos desse mundão de Ai-Meu-Deus.

ken 3Kenneth Martin Follett ou mais conhecido como Ken Follett, nasceu no País de Gales no dia 05 de julho de 1949. Formado em filosofia pela University College, em Londres, Ken acreditava que a ficção e a filosofia andavam lado a lado, dizendo que “Há uma conexão real entre a filosofia e a ficção. Na filosofia você lida com indagações
como: ‘Estamos sentados a esta mesa, mas será que esta mesa existe mesmo?’
Uma pergunta louca, mas, quando se estuda filosofia, é preciso levar esse tipo de coisa
a sério e ter uma imaginação fora do comum. Escrever ficção é a mesma coisa.”. Casou-se com a Mary e teve sua primeira filha quando estava finalizando a faculdade. Iniciou sua carreira como jornalista no  South Wales Echo, que seria o caminho para que Follett se torna-se um escritor. Escrevendo ficção aos nas noites pós trabalho e nos fins de semana, eis que em 1974 deixa os jornais e parte para trabalhar  na Everest Books.

Antes do sucesso, Follett lançou vários livros, mas foi com O Buraco da Agulha que ganhou notoriedade, publicado em 1978, o livro ganhou o prêmio Edgar Allan Poe e vendeu mais de 10 milhões de exemplares.

Em 1985, Ken Follett se casou pela segunda vez, com a Barbara Broe,  ela era membro do Parlamento por Stevenage – cadeira conquistada em 1997. Também foi ministra da Igualdade no governo de Gordon Brown, em 2007. Em 2010, retirou-se da vida política.

kenOs primeiros cinco best-sellers foram histórias de espionagem: O buraco da agulha (1978), Triângulo (1979), A chave de Rebeca (1980), O homem de São Petersburgo (1982) e Na toca do leão (1986). Com mais de 25 livros já publicados, dentre alguns com homônimos, Ken traz na maioria de seus livros thrillers que rodeiam as guerras, principalmente a Segunda Guerra Mundial. Um dos maiores escritores contemporâneos, também arrisca no cinema, onde na adaptação do seu primeiro best-seller ele fez uma aparição e também se arrisca na música, onde toca baixo em uma banda chamada Damn Right I’ve Got The Blues.

No Brasil, os livros do Ken Follett são publicados pela Editora Arqueiro.

Bibliografia

  • The Big Needle (1974);
  • The Big Black (1974);
  • The Big Hit (1975);
  • The Shakeout (1975);
  • The Bear Raid (1976);
  • Amok: King of Legend (1976) – pseudônimo Bernard L. Ross;
  • O Escândalo Modiglian (1976) – pseudônimo Zachary Stone;
  • The Mystery Hideout (1976) – pseudônimo Martin Martinsen;
  • Os Poderes dos Gêmeos (1976) – pseudônimo Martin Martinsen;
  • O Buraco da Agulha (1978);
  • Triângulo (1979);
  • A Chave de Rebeca (1980);
  • O Homem de São Petersburgo (1982);
  • O Voo da Águia (1983);
  • Na Toca do Leão (1986);
  • Os Pilares da Terra (1989)
  • Noite Sobre as Águas (1991);
  • Uma Fortuna Perigosa (1993);
  • Um Lugar Chamado Liberdade (1995);
  • O Terceiro Gêmeo (1996);
  • O Martelo do Éden (1998);
  • Código Zero (2000) ;
  • Jackdaws – Agentes Especiais (2001);
  • O Voo da Vespa (2002);
  • Tempo Fechado (2004);
  • Mundo Sem Fim (2008);
  • Queda de Gigantes (2010);
  • Inverno do Mundo (2012);
  • Eternidade Por um Fio (2014);
  • Coluna de Fogo (2017);

É isso, esse é o cara! Vamos que vamos. Como falei lá em cima, só acessar a primeira postagem para vocês verem os livros que já tenho. E detalhe, esse projeto não é para ler até o final do ano todos os oitenta milhões livros que ele já lançou, não, mas vamos com o tempo alimentando esse projeto e intercalando com outros. Então, bora, no dia 11 de fevereiro teremos a primeira postagem da primeira parte do livro Mundo Sem Fim. Não esqueçam que vai funcionar como um diário de leitura. Talvez tenha spoiler, talvez não, nem fiquem bravos.

Então até dia 11! Beijos 😉

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: