[HQ] Os 300 de Esparta – Frank Miller e Lynn Varley

Foi um momento. Naquele momento eu prendi minha respiração, afinal não podia acreditar o que iria acontecer. Foi tão intenso e tão bom, a expectativa de saber o próximo passo.

77c4d21c-22f5-472f-845b-991a0ac7f9aaMochileiros, esse momento aconteceu já no final de Os 300 de Esparta e é por isso, que eu estou aqui agora falando sobre esta obra incrível. Quando eu comecei a ler fiz questão de esquecer do filme, de fingir que nunca havia tido contato nenhum com a história para ter certeza e aproveitar bem a obra e valeu a pena.

O conflito começa quando o Rei Leônidas de Esparta recebe o mensageiro do rei Xerxes da Pérsia, pois bem, este traz uma proposta em que os espartanos cedem uma parte de terra e água como forma de submissão ao único e verdadeiro soberano, único deus, que seria ele, Xerxes e eles ficariam em paz. Como um verdadeiro espartano que é, Leônidas não pensa duas vezes e reusa esta proposta, pois os espartanos são homens livres e não temem homem algum. Isso é Esparta.

A partir daí já se sabe que a guerra foi travada, então Leonidas vai se aconselhar com os éforos, sacerdotes dos deuses antigos, para saber a opinião deles. Os éforos então consultam o seu oráculo e chegam a conclusão que Esparta não deve entrar em guerra, pois iria ser realizado o sagrado festival de Carnéia, celebração em homenagem ao deus Apolo. O rei fica furioso com isso, mas não se deixa influenciar, um espartano nunca foge da guerra e nunca se rende.

87d27e45-57c9-4656-8e2d-da18f576551a

O exército espartano conta com apenas 300 homens, porém o que me cativou foi a forma como eles viram essa desvantagem. Como é dito, eles têm 300 homens porém, soldados, enquanto seu inimigo tem centenas de homens, mas poucos são realmente soldados e a forma como ele mostra isso é demais.

Mesmo com essa desvantagem os espartanos conseguem lidar bem quando os persas começam a atacar, tanto que, o rei pérsio fica aflito, porém, tem um personagem que aparece na história e complica as coisas. Quando nasce um bebê em Esparta, ele é examinado e ser for considerado fraco, doente ou deformado é jogado fora. Efialtes foi um desses bebês, mas seus pais fugiram para que não fosse morto. Em certo momento da batalha ele se apresenta a Leônidas e seu exército e os alerta que há uma passagem pela qual os persas podem passar e com isso derrotá-los, mas como não pode ser um soldado por sua condição de deformidade e falta de preparo é mandado embora por Leonidas que o agradece e ao mesmo tempo o deixa indignado e com raiva. Na hora eu pensei “Não, não se manda alguém com tal informação embora”, mas aconteceu.

614a80fc-93a5-4db9-aaf8-42f1a585cf56A história é muito instigante, prende a sua atenção e faz você torcer e isso é ótimo e nem ouso falar muito do final, mas digo que foi aquilo que prometeu que seria. Claro que uma obra que envolve o Frank Miller não seria de decepcionar, particularmente sou uma grande fã dele e junto com o Lynn Varley arrazou.

Algo que devo ressaltar é a edição maravilhosa que é retangular e em sua capa o título quando você toca sente ele em destaque, sem falar na maravilhosa arte do desenho, a pintura fantástica e as páginas que enquanto umas são lisas as outras são ásperas de acordo com o local da história, achei isso simplesmente fantástico.

Anúncios

Um comentário em “[HQ] Os 300 de Esparta – Frank Miller e Lynn Varley

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: