Poema – Eu Te Amo (Chico Buarque)

Eu te amo

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir

Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir

Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir

Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu

Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu

Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios inda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair

Não, acho que estás se fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir

 

 

Gostou? Lhe pareceu um pouco familiar? Talvez você já tenha escutado esse poema na voz do Chico, mas sendo cantada. Então indico fortemente que você escute a música e vou deixar a versão que eu prefiro, na voz do Chico, com a participação do Tom Jobim e a Telma Costa. Eu cresci ouvindo, dentre muitos grandes nomes da MPB, o Chico Buarque. Na verdade, as 4h da manhã minha irmã, que até então dividia o mesmo quarto comigo, colocava enquanto ela se arrumava para ir trabalhar. Na época ela deveria ter seus 17 anos e eu meus 10. Fica a minha dica!

 

Anúncios

2 comentários em “Poema – Eu Te Amo (Chico Buarque)

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: