[TAG] 10 Livros que me influenciaram

Olá, tudo bem?

Esses dias, estava eu em um feriado trabalhando, quando resolvi bisbilhotar os vídeos alheios e me deparei com a TAG sobre 10 livros que me influenciaram. Quem criou essa TAG é a Cristine PolandBananaBOOKS e eu vi as respostas da Pam Gonçalves e Beatriz Paludetto

Então, bora responder e antes de mais nada tenho que dizer que não fui uma criança que cresceu lendo livros. Embora as vezes eu via o pessoal de casa lendo, nada me interessava, minha mãe, por exemplo, quando ela conseguia emprestado eram livros alá Zíbia Gasparetto ou livros policiais mesmo, mas que infelizmente não paravam em minha mão porque ela tinha que devolver. Mas eu sempre fui facinada por livros, lembro até hoje a força homérica que meus pais fizeram para pagar a excursão da escola para eu ir em uma Bienal e me darem dinheiro para comprar os livros. Até que comprei alguns, mas não lembro das histórias.

Eu poderia colocar aqui os contos de fadas clássicos, uma vez meu pai comprou pra mim 12 livrinhos com os principais contos de fadas e foi um presente que me marcou profundamente, pois hoje eu sei que meu pai não tinha condições de me dar aqueles livrinhos. Então aqui fica como bônus.

a bruxa madrinhaO primeiro livro com mais de 50 páginas que me marcou foi o A Bruxa Madrinha. Quando eu era pequenininha, minha irmã adorava brincar de escolinha comigo, claro que eu era  a aluna e se não me falha a memória, esse fui um dos primeiros livros que alguém falou “pegue e leia”. Eu sei que eu demorei mais de um ano para ler o livro, eu não tinha o costume e sei lá, eu deveria ter meus 9 anos de idade. A história vai contar sobre uma menina bem pobre que é amadrinhada por uma bruxa que tem 3 gatos pretos. Essa menina é bem curiosa e ela via as outras crianças tendo as coisas e ela queria também, mas acabava nem sempre dando certo.

tag 4O segundo livro que eu considero que me influenciou foi, é claro, Harry Potter. Mas eu não comecei a ler quando todos estavam lendo, nem mesmo comecei pela A Pedra Filosofal. Na realidade minha irmã me deu o livro quando eu completei 15 anos e foi As Reliquias da Morte. Pois é, até então meu contato com o HP sempre foi através dos filmes, mas quando eu ganhie, eu passei dois dias devorando ele. Até hoje eu tenho o meu volume e eu tenho ele com muito amor e carinho.

tag 04O terceiro que vou mencionar aqui é odiado por muitos: O Código Da Vinci foi o segundo livro que eu li em dois dias. Ele me mudou tanto que eu tenho uma agenda (guardo até hoje por motivos sentimentais)  na qual eu coloquei tudo que eu queria pesquisar que eu via nos livros. Desde pequena eu já conhecia as histórias do Da Vinci, mas esse livro abriu as portas para que eu pudesse conhecer muito mais do Leonardo e hoje em dia eu sou fascinada por ele. Nem preciso dizer que já li todos os livros do Dan Brown e sim, eu gosto dos livros dele e não tenho vergonha de dizer isso, tanto que os livros que ele tinha lançado até 2009 eu li na biblioteca do Senac Lapa Tito. Foi com o Dan Brown que eu aprendi que eu amava biblioteca.

tag 6No quarto lugar vou falar de uma série completa, pois foi quando eu aprendi que pedir livros emprestado e cuidar deles não tinha problema algum. A série do Percy Jackson estava no auge em 2010, pelo menos aqui no Brasil e nessa época eu tive a sorte de estudar com um menino que me emprestava todos os livros. Era bem bacana, porque ele acabava de ler um e na semana já me entregava para ler e achava tão legal ainda mais quando, na formatura do curso, ele me apresentou aos pais dele falando que eu era a sua companheira de livros. E se antes eu tinha um sonho de ter livros somente meus, foi após esse gesto que eu acho super bacana, que coloquei em minha cabeça que eu queria ter livros para emprestar também.

Platão, Santo Agostinho e Nietzsche foram os primeiros livros que ganhei sendo retirado da biblioteca de outra pessoa. Meu professor de história me deu esses livros e outros falando que eu era uma menina muito inteligente e iria gostar deles. Confesso que não li o Assim Falava Zaratustra ainda e as biografias de Platão e Santo Agostinho eu não lembro muito bem, mas esses livros me modificaram com a bobagem que eu tinha que ter apenas livros novos.

A_MAO_ESQUERDA_DE_DEUS_1270517682PAgora que passamos pelos livros que apoiaram para que eu me tornasse uma colecionadora de livros, os próximos deram rumo a minha vida sendo livros que começaram a me colocar nos trilhos de estilo de livros que eu gosto de ler até hoje. A começar pela A Mão Esquerda de Deus. Esse foi mais um livro que eu peguei emprestado mas que me mostrou um estilo de livro que eu simplesmente amei. Descobri lendo ele que eu gostava de livros com guerras, estratégias e que o personagem principal não tem que ser bonzinho. Eu descobri um anti-herói que eu gostava de ler. É uma pena que o último volume o autor fez uma meleca e estragou com tudo.

Mundo de SofiaO Mundo de Sofia era um livro que eu tinha pego para ler na biblioteca mas infelizmente não consegui ler tudo, até que a minha amiga Day me deu o livro e eu percebi que livro não é feito para ser lido apenas uma vez, mas sim várias, os trechos devem ser anotados e guardados.

eu robo.JPGA Ficção Cientifica sempre foi o meu amor. Falo isso porque sempre preferi ver os filmes que retratavam isso e por coicidencia, um dos meus filmes preferidos da vida é O Homem Bicentenário, somente anos depois eu descobri que ele é um livro que foi escrito pelo Isaac Asimov. Mas infelizmente eu não li, mas li outros livros do Asimov e para representar ele aqui vou citar o Eu, Robô! Um livro com vários contos que vão se intercalando e são sensacionais. Foi com Eu, Robô que tive duas certezas: livros de ficção cientifica me fazem feliz e Asimov é f*dástico.

a-menina-submersa-edicao-colecionadoA Menina Submersa foi um livro que me ajudou muito em um momento complicadíssimo da minha vida. Eu gosto de pensar nele como sendo um livro baseado na loucura mas que me manteve sã quando eu precisei. Não estou exagerando gente, esse livro me ajudou muito e concordo com uma coisa que a Jota Pluftz disse em relação a esse livro: não é você que escolhe ele, ele te escolhe. Foi como o canto de uma sereia para mim. É uma coisa doida, eu sei, mas não consigo explicar… esse livro também me mostrou que eu gosto de coisas estranhas.

E por fim, um livro que me influenciou muito tanto que me ajudou a dar o ponta-pé no blog foi o Insignia: A Armada Secreta. Além de ser ficção cientifica, ele me deu animo para começar o blog, que embora esteja meio parado, é um dos meu orgulhos.

insignia

Então é isso. Um beijo e até mais!

Ei, pera ai… se você quiser adquirir qualquer um dos livros que menciono no blog, Clica aqui e navega pela Amazon. Assim, além de comprar o seu novo mundo, ajuda com uma pequena comissão para o blog. Muitíssimo agradecida 😉

 

Anúncios

3 comentários em “[TAG] 10 Livros que me influenciaram

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: