[Livro] Absolutos: Sinfonia da Destruição – Rodolfo Salles

Olá, tudo bom?

absolutos sinfonia da destruição

Sabe quando você acaba de ler algo e quer compartilhar com os quatro ventos do mundo sobre a leitura? Pois bem, hoje estou assim.

Sinopse: “Os Dançarinos do Destino. Os Sentenciadores da Escuridão. Os Amaldiçoadores da Existência. Os Inominados. Você é um Absoluto.”
E se você descobrisse estar Destinado a destruir tudo que ama?
Em uma era de exploração Universal intensa, Érico é um jovem com o sonho de se tornar um Caçador de Relíquias, aventureiros que saem pelo espaço procurando tesouros antigos. Porém, ele descobre por conta das misteriosas tatuagens em seu corpo que é um Absoluto, seres que de tempos em tempos surgem no Universo e espalham o caos por onde passam. Mas quem são os Absolutos? E por que Érico é um deles?
Sem escolha, o rapaz é forçado a deixar sua vida pacata na lua de Miesac, onde vive com os irmãos adotivos Vexel e Miro. Ele parte em uma jornada através do Universo em busca de um Desbravador, entidade com poderes inimagináveis capaz de apagar suas tatuagens e assim devolver as rédeas de seu Destino. Em meio a essa aventura, ele encontrará aliados e inimigos, além de mergulhar de cabeça nos segredos ocultos de sua verdadeira família.
Conseguirá Érico livrar-se desse fardo? Ou terá, por fim, que aceitar seu Destino como o próximo na linhagem de destruidores?

Pensei muito como poderia falar sobre o livro com você sem perder os detalhes (e sem spoiler, é claro) e após apagar esse texto umas 15 vezes, achei por bem te dar 5 motivos para ler Absolutos: Sinfonia da Destruição:

EscritaA escrita do Rodolfo Salles é simplesmente confortável. Por mais que seja uma ficção científica e que normalmente alguns autores nos metralham com muitas informações logo de cara, o autor simplesmente solta aos poucos as informações, muitas vezes volta em um ponto ou outro, mais para que fixe em nossa cabeça do que por ser repetitivo. E isso é muito bom, com o decorrer da leitura você se sente tão confortável e tão bem situado que a leitura fluí (e no meu caso, senão fosse o meu trabalho e sono, teria lido muito mais rápido). O humor não é forçado, as cenas de batalha são bem desenvolvidas, os momentos que os personagens e o leitor estão aprendendo não é cansativo, sério, tudo é harmônico;

– Pois já não fomos todos como ele? Nada que a vida não venha lapidar para melhor. – O segundo o defendeu, com a voz de um senhor.

Screenshot_20180804-144723

PersonagensSe a escrita do Rodolfo é confortável, os personagens nitidamente tem sua própria voz. Tratando-se de uma aventura que se passa no espaço, é óbvio que teremos muitas formas de vida e que tem suas particularidades. E aqui vemos muito bem essas particularidades, desde personagens femininas até os hermafroditas, pequenas sutilizas dão um quê totalmente único para ser. A Darwin e o Papiros para mim, foram dois, de muitos exemplos, que ficou evidente isso. Além de cada um ter sua voz, não achei nenhum dos seres chatos ou cansativos em serem lidos, pelo contrário, você quer mais sobre a história dos personagens;

UniversoTemos bastante informação, mas nada nos é simplesmente jogado. Tudo muito bem explicado torna o universo riquíssimo, não somente dos seres, mas as lendas dos povos, a construção dos mundos, os bichos medonhos como a Solitária, os governos que passaram e o atual, tudo, tudo tudo tudo muito bem pensado e amarrado na história;

MúsicasNão poderia deixar isso passar: existe uma playlist, sabia? O link está aqui. Logo de cara mencionar Wants to Rule the World do Tears For Fears foi a isca pra mim. Claro que ele menciona outras músicas ao longo do livro e todas são músicas sensacionais. Acho muito legal autores ou até mesmo leitores que tem essa proeza de fazer uma playlist, eu que só leio ouvindo música, é uma mão na roda;

– A vida nos dá muitos mestres. Mas você tem que ser sábio para escolher os melhores.

NacionalQuantos livros nacionais você lê por ano? Quantos livros de ficção cientifica você lê? Falando por mim, esse ano estou correndo atrás dos livros de autores nacionais (não que eu não lia, mas era pouquíssimo) e do gênero sci-fi e ainda nacionais, até o momento não foram muitos que caíram nas minhas graças. Mas Absolutos é um livro de qualidade;

A propósito, a personagem que mais gostei foi a Alopex, uma ánima que fala de uma forma muito peculiar e que basicamente me divertiu. A narração é tão clara que é fácil imaginar cada ser, cada mundo, cada arma mencionada. Ah, e não posso deixar de falar dos nomes que os personagens tem, alguns são claras referências, o que, em um caso especifico me divertiu muito (fazer o quê, sou boba).

Galáxia

Gente, cada linha que escrevo aqui, mais coisas me vem a cabeça e mais quero comentar… mas para muitos seria spoiler e não quero estragar a experiência de ninguém rs rs. O mais legal também, é que o livro foi lançado com o selo da A Taverna e caso, após a leitura, você quiser saber mais coisas assim como eu, tem um blog totalmente voltado para a saga, onde temos maiores detalhes da Galáxia Eidola, Personagens e muito mais.

Terminei a leitura com aquele gostinho de quero mais. Mais pelas aventuras, mais pelas batalhas e mais por saber o Destino do Absoluto.

Quer ler o livro? Só ir direto pra Amazon e para seu conhecimento, no dia dessa publicação, Absolutos: Sinfonia da Destruição é o número 1 dos mais vendidos na categoria Ficção Científica Ópera Espacial.

Mais Vendidos

Um beijo e até 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: