[Livro] Quando o Mal Tem Um Nome – Glau Kemp

Eita que estou lendo vários nacionais ultimamente.

Olá, tudo bem?

Gente, queria muito falar 1001 maravilhas desse livro, mas, infelizmente só ficarei nos 1000 elogios.

Quando o Mal Tem um Nome

Aparecida do Norte é uma cidade cercada por um povo devoto. Foi lá que a imagem de Nossa Senhora de Aparecida foi resgatada por pescadores e é lá que Marta, mãe de dois meninos, deseja ávidamente que seu terceiro bebê seja uma menina. Após um teste na sua fé, Marta finalmente vê que seu desejo em ter uma filha é concretizado e a linda menina é chamada de Maria Clara, criança dócil, inteligente e que tem uma estranha marca na testa. Mas quando se faz uma promessa, você tem que cumprir e o preço a se pagar pode ser alto demais.

Vamos lá, você já viu a capa desse e-book? Esse foi o primeiro atrativo para mim, quando li a sinopse na Amazon, fiquei ainda mais afim para ler, além. é claro, dos vários feedbacks positivos.

De fato, esse livro me pescou. Eu só não li todo em um dia, porque quando chegou a noite fiquei com medo e parei ele. A autora consegue te deixar curiosa com a história mesmo nos momentos que você vê que a coisa está meio estranha. Há cenas de violência que me incomodaram, atribuo isso a descrição muito boa da Glau Kemp.

Você já teve aquele pensamento de “eu gostei do livro, mas…”, porque é isso que quero dizer aqui. Gostei do enredo, a ideia ainda mais por se passar em Aparecida, cidade que conheço (principalmente as igrejas), só que o livro ficou confuso, para mim, em alguns pontos, exemplo é o tempo na história, em alguns trechos achei que se tratava de um período de tempo curto, quando na verdade era um espaço de tempo longo e vice-versa. Também achei que a autora poderia desenvolver muito mais, exemplo que posso dar é quando a Marta volta para a casa aonde ela fez todo o ritual e a mulher da um vaso de Salomão para ela, explica meia boca o que fazer com aquele vaso e do nada parece estar muito nervosa, pedindo para que a Marta nunca mais volte. Quando eu li esse trecho fiquei com a sensação do “Ué”. Uma que do nada a Marta estava em São Paulo e na casa dessa mulher, depois foi despachada…

Tanto o começo do livro, como o começo da história da Maria Clara na segunda parte, foram muito interessantes, mas depois parecia que a autoria queria correr com a história e ao meu ver, alguns momentos perderam o sentido. Mas devo confessar que o último capítulo e o epílogo são sensacionais. Realmente valeu a pena ler até o fim.

Recomendo o livro? Sim, recomendo para quem gosta de livros de terror. Inclusive, peço que, caso você já tenha lido ou vá ler, deixe o seu comentário do que achou do livro. Infelizmente ele não funcionou 100% para mim, mas foi uma leitura okay.

Beijos e até mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: