[Livro] Azazel – Isaac Asimov

Olá, tudo bem?

Quando achamos que conhecemos bem os autores dos quais somos fãs, vem a vida e nos diz “sabe de nada inocente”. Foi pelo menos assim comigo, uma pessoa chega e me pergunta se já havia lido Azazel do Isaac Asimov, após achar que ele era louco (afinal ele tem um certo ar de doido), descobri que nem só de Ficção Cientifica viveu um dos autores que mais indico para que todos leiam.

Carregado de sarcasmo, nesta coleção com 18 contos, Asimov nos apresenta George, um homem que consegue invocar um demônio de apenas dois centímetros e que nega-se a atender os desejos do seu invocador, dizendo que utiliza seus poderes apenas para o bem de outros.

O narrador da história também é um personagem, conhecido como Velho Amigo e que não poderia ser ninguém menos que o próprio autor, consegue as histórias do George através de jantares esporádicos no qual o personagem nunca se lembra de ter já dito sobre Azazel, mas ainda assim mete a língua nos dentes. Esses mesmos jantares custam bastante para o velho amigo, pois sempre o George sai sem pagar, isso quando não pega a gorjeta do garçom e conforme vamos lendo os contos, percebemos que ele não passa de um malandro que vive as aventuras querendo tirar o proveito da situação de seus outros amigos através das atrapalhadas que o pequeno demônio comete. Sim, o Azazel nunca acerta em uma das tentativas de fazer o bem e assim como o seu invocador, ele é cheio de arrogância e gaba-se daquilo que, necessariamente, não é.

Há momentos que você perceberá nos contos o bom e velho Asimov que você (caso já tenha lido) viu nos outros livros dele de ficção cientifica e até mesmo, em alguns momentos, você se perguntará se realmente o Azazel é um demônio, pois fica parecendo que é um ser de outro planeta. Mas logo no primeiro conto, o Isaac informa a origem do ser e afirma que é um capirotinho.

As narração do George para cada uma das aventuras é cheia de egocentrismo, sarcasmo e senso de justiça distorcido. Cada um dos seus desejos são carregados de banalidades e trivialidades, mas isso é o que dá todo o toque de humor.

Comecei 2019 muito bem, lendo esses contos. O livro é tão gostosinho e tão fácil, que consegui ler em um dia.

Se prepare, minha gente, vocês verão muito mais desse autor fabuloso por aqui.

Um beijo e até mais 😉

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: