[Mangá] Ajin – Tsuina Miura

“Dezessete anos atrás, apareceu um humano imortal em um campo de batalha na África. Desde então, mais desses seres são descobertos de tempos em tempos em meio à humanidade, e eles passaram a ser chamados de “Ajins”. No Japão, um aluno sofre um acidente de trânsito na volta para casa e morre na hora. Só... Continuar Lendo →

Anúncios

[Revista] A Taverna, edição 1 – Vários Autores

Após muitos meses de espera, saiu agora no finalzinho de janeiro, a primeira edição da revista A Taverna, contendo 5 contos de fantasia e/ou ficção cientifica. Não vou negar que estava muito ansiosa por esse lançamento, uma vez que sempre acompanhei o blog d’A Taverna e sei que fazem um trabalho bacana. Quando li os... Continuar Lendo →

[Livro] Orgulho e Preconceito – Jane Austen

Aproveitando o Desafio da BBC, achei oportuno o momento para encaixar um clássico nas minhas leituras e foi assim que me apaixonei por esta história. A família Bennet é composta, além do pai e da mãe, por cinco jovens filhas: Jane, Elizabeth, Mary, Kitty e Lydia. Há muito, a Sra. Bennet sonha em casar suas... Continuar Lendo →

[Devaneio] 2 Anos de Entre nos Mundos

Hoje não estou aqui para resenhar nenhum livro ou mangá, nem contar sobre as compras do mês, as novas parcerias ou qualquer coisa do tipo. Hoje não estou aqui como uma blogueira sem mostrar a cara. Hoje estou aqui para agradecer. São dois anos de Entre nos Mundos, dois anos que estou dividindo os diversos... Continuar Lendo →

[Mangá] Erased – Kei Sanbe

Se você busca uma leitura mais investigativa, essa é a obra para começar bem o ano de 2019. Satoru Fujinuma tem 29 anos e é um aspirante a Mangaká, embora esteja sempre trabalhando na sua história não consegui publica-la e isso o deixa frustrado. Trabalhando como entregador por meio período Satoru é uma pessoa fechado... Continuar Lendo →

[Poema] Eu Te Amo – Chico Buarque

Eu te amo Ah, se já perdemos a noção da hora Se juntos já jogamos tudo fora Me conta agora como hei de partir Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios Rompi com o mundo, queimei meus navios Me diz pra onde é que inda posso ir Se nós, nas travessuras das... Continuar Lendo →

Escreva um blog: WordPress.com.

Acima ↑